Como os senadores votaram em 2016

Levantamento da Revista Congresso em Foco mostra como cada senador votou em algumas das principais deliberações do ano passado, como o impeachment de Dilma, o teto dos gastos e o fim da obrigatoriedade da Petrobras no pré-sal, entre outras

 

Geraldo Magela/Ag. Senado

Na sessão mais importante do ano, senadores aprovaram o impeachment de Dilma, mas mantiveram os direitos políticos da ex-presidente

 

Levantamento exclusivo da Revista Congresso em Foco mostra como cada senador votou nas principais decisões da Casa em 2016. A lista, publicada abaixo, destaca como os parlamentares votaram no impeachment da ex-presidente Dilma, na manutenção dos direitos políticos dela, no fim da participação obrigatória da Petrobras no pré-sal, na proposta que prorrogou a desvinculação das receitas da União (DRU), na criação do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) e na definição de um teto para os gastos públicos. A pesquisa levou em conta as medidas que viraram lei.

Confira, a seguir, como cada um deles votou (por ordem alfabética) e saiba mais sobre as votações logo abaixo, na parte inferior desta página:

Senador
Impeachment
Direitos políticos de Dilma
Pré-sal/Petrobras
DRU
PPI
Teto dos gastos – 1º e 2º turnos
Aécio Neves (PSDB-MG)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
AUSENTE
SIM / SIM
Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Alvaro Dias (PV-PR)
SIM
SIM
SIM
NÃO VOTOU
NÃO VOTOU
SIM / SIM
Ana Amélia (PP-RS)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
NÃO VOTOU
SIM / SIM
Angela Portela (PT-RR)
NAO
NAO
NAO
NAO / NAO
AUSENTE
NAO / NAO
Antonio Anastasia (PSDB-MG)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Antonio Carlos Valadares (PSB-SE)
SIM
NAO
NAO
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Armando Monteiro (PTB-PE)
NAO
NAO
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Ataídes Oliveira (PSDB-TO)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Benedito de Lira (PP-AL)
SIM
SIM
NÃO VOTOU
SIM /SIM
SIM
SIM / SIM
Cidinho Santos (PR-MT)
SIM
NAO
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Ciro Nogueira (PP-PI)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
NÃO VOTOU
SIM / SIM
Cristovam Buarque (PPS-DF)
SIM
NAO
ABSTENÇÃO
NÃO VOTOU / NAO
SIM
SIM / SIM
Dalirio Beber (PSDB-SC)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
NÃO VOTOU
SIM / SIM
Dário Berger (PMDB-SC)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
AUSENTE
SIM / NAO
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / NÃO VOTOU
Deca (PSDB-PB)
SIM / SIM
Edison Lobão (PMDB-MA)
SIM
NAO
NAO
SIM / NÃO VOTOU
SIM
SIM / SIM
Eduardo Amorim (PSC-SE)
SIM
SIM
AUSENTE
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Eduardo Braga (PMDB-AM)
SIM
NAO
SIM / SIM
AUSENTE
SIM / SIM
Elmano Férrer (PTB-PI)
NAO
NAO
NAO
SIM / SIM
NÃO VOTOU
SIM / SIM
Eunício Oliveira (PMDB-CE)
SIM
ABSTENÇÃO
SIM
NÃO VOTOU
AUSENTE
SIM / SIM
Fátima Bezerra (PT-RN)
NAO
NAO
NAO
NAO / NAO
NAO
NAO / NAO
Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Fernando Collor (PTC-AL)
SIM
SIM
NAO
SIM / SIM
AUSENTE
SIM / NÃO VOTOU
Flexa Ribeiro (PSDB-PA)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Gladson Cameli (PP-AC)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
AUSENTE
SIM / SIM
Gleisi Hoffmann (PT-PR)
NAO
NAO
NAO
NAO / NAO
AUSENTE
NAO / NAO
Hélio José (PMDB-DF)
SIM
NAO
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Humberto Costa (PT-PE)
NAO
NAO
ABSTENÇÃO
NAO / NAO
NÃO VOTOU
NAO / NAO
Ivo Cassol (PP-RO)
SIM
SIM
SIM
SIM / NÃO VOTOU
SIM
SIM / SIM
Jader Barbalho (PMDB-PA)
SIM
NAO
AUSENTE
NÃO VOTOU
AUSENTE
SIM / NÃO VOTOU
João Alberto Souza (PMDB-MA)
SIM
NAO
NAO
NÃO VOTOU
SIM
SIM / NÃO VOTOU
João Capiberibe (PSB-AP)
NAO
NAO
NAO
NAO / NAO
AUSENTE
NAO / NAO
Jorge Viana (PT-AC)
NAO
NAO
AUSENTE
NÃO VOTOU / SIM
NÃO VOTOU
NÃO VOTOU / NAO
José Agripino (DEM-RN)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
José Aníbal (PSDB-SP)
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
José Maranhão (PMDB-PB)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
José Medeiros (PSD-MT)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
José Pimentel (PT-CE)
NAO
NAO
NAO
NAO / NAO
NAO
NAO / NAO
Kátia Abreu (PMDB-TO)
NAO
NAO
SIM / SIM
AUSENTE
NAO / NAO
Lasier Martins (PDT-RS)
SIM
SIM
NAO
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Lídice da Mata (PSB-BA)
NAO
NAO
AUSENTE
NAO / NAO
NÃO VOTOU
NAO / NAO
Lindbergh Farias (PT-RJ)
NAO
NAO
NAO
NAO / NAO
NAO
NAO / NAO
Lúcia Vânia (PSB-GO)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
NÃO VOTOU
SIM / SIM
Magno Malta (PR-ES)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
AUSENTE
SIM / SIM
Marcelo Crivella (PRB-RJ)
NAO
SIM / NÃO VOTOU
Marta Suplicy (PMDB-SP)
SIM
SIM
SIM
AUSENTE
AUSENTE
SIM / SIM
Omar Aziz (PSD-AM)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Otto Alencar (PSD-BA)
NAO
NAO
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Pastor Valadares (PDT-RO)
SIM / SIM
Paulo Bauer (PSDB-SC)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Paulo Paim (PT-RS)
NAO
NAO
NAO
NAO / NAO
AUSENTE
NAO / NAO
Paulo Rocha (PT-PA)
NAO
NAO
NAO
NAO / NAO
NAO
NAO / NAO
Pedro Chaves (PSC-MS)
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Pinto Itamaraty (PSDB-MA)
SIM / SIM
Raimundo Lira (PMDB-PB)
SIM
NAO
SIM
SIM / NÃO VOTOU
SIM
SIM / SIM
Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
NAO
NAO
NAO
NÃO VOTOU
NÃO VOTOU
NAO / NÃO VOTOU
Regina Sousa (PT-PI)
NAO
NAO
NAO
NAO / NAO
AUSENTE
NAO / NAO
Reguffe (sem partido-DF)
SIM
SIM
NAO
NAO / NAO
SIM
SIM / SIM
Renan Calheiros (PMDB-AL)
SIM
NAO
PRESIDENTE
PRESIDENTE
PRESIDENTE
PRESIDENTE / PRESIDENTE
Ricardo Ferraço (PSDB-ES)
SIM
SIM
AUSENTE
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Roberto Muniz (PP-BA)
NAO
NAO
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Roberto Requião (PMDB-PR)
NAO
NAO
NAO
NÃO VOTOU / NAO
NÃO VOTOU
NÃO VOTOU / NAO
Romário (PSB-RJ)
SIM
SIM
NAO
SIM / SIM
NÃO VOTOU
AUSENTE / AUSENTE
Romero Jucá (PMDB-RR)
SIM
SIM
SIM
SIM / AUSENTE
SIM
SIM / SIM
Ronaldo Caiado (DEM-GO)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Rose de Freitas (PMDB-ES)
SIM
NAO
NÃO VOTOU
SIM / SIM
SIM
SIM / NÃO VOTOU
Sérgio Petecão (PSD-AC)
SIM
SIM
NÃO VOTOU
AUSENTE
AUSENTE
SIM / SIM
Simone Tebet (PMDB-MS)
SIM
SIM
NAO
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Tasso Jereissati (PSDB-CE)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Telmário Mota (PDT-RR)
SIM
NAO
NAO
SIM / SIM
SIM
NÃO VOTOU / SIM
Valdir Raupp (PMDB-RO)
SIM
ABSTENÇÃO
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)
NAO
NAO
NAO
NAO / NAO
NAO
NAO / NAO
Vicentinho Alves (PR-TO)
SIM
NAO
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Virginio de Carvalho (PSC-SE)
AUSENTE / AUSENTE
Waldemir Moka (PMDB-MS)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Wellington Fagundes (PR-MT)
SIM
NAO
SIM
SIM / SIM
SIM
SIM / SIM
Wilder Morais (PP-GO)
SIM
SIM
NÃO VOTOU
NÃO VOTOU / SIM
SIM
SIM / NÃO VOTOU
Zeze Perrella (PTB-MG)
SIM
SIM
NÃO VOTOU
SIM / SIM
AUSENTE
SIM / NÃO VOTOU
Maria do Carmo Alves (DEM-SE)
SIM
ABSTENÇÃO
SIM / SIM
AUSENTE
— / —
Acir Gurgacz (PDT-RO)
SIM
NAO
NAO
SIM / SIM
SIM
— / —
Eduardo Lopes (PRB-RJ)
SIM
SIM
SIM / SIM
NÃO VOTOU
— / —
Roberto Rocha (PSB-MA)
SIM
NAO
SIM
SIM / SIM
SIM
— / —
Cassio Cunha Lima (PSDB-PB)
SIM
SIM
SIM
SIM / SIM
— / —
Blairo Maggi (PR-MT)
SIM
— / —
Donizete Nogueira (PT-TO)
NAO
— / —
Douglas  Cintra (PTB-PE)
NAO
— / —
José Serra (PSDB-SP)
SIM
— / —
Ricardo Franco (DEM-SE)
SIM
— / —
Sandra Braga (PMDB-AM)
SIM
— / —

Fonte: Revista Congresso em Foco
— Parlamentar que não estava no exercício do mandato na data da votação

O QUE ELES VOTARAM

Exemplar avulso por apenas R$ 14,70 - Clique na imagem para comprar

Impeachment e direitos políticos de Dilma

No impeachment de Dilma foram realizadas três votações no Senado, das quais duas decisivas. A primeira, em 12 de maio, deu início ao processo no Senado e implicou o afastamento da petista do cargo. Na votação final, em 31 de agosto, que levou à saída definitiva de Dilma do poder, 61 senadores votaram a favor de seu impeachment, e 20 contra. Na mesma sessão, os senadores decidiram manter os direitos políticos da petista, por 42 votos a 36.

Pré-sal

Proposto pelo PSDB como alternativa para desafogar os investimentos da Petrobras, o projeto que desobriga a estatal de ser a operadora única de todos os blocos de exploração do pré-sal no regime de partilha de produção foi aprovado pela Câmara por 292 votos a favor e 101, em outubro.Meses antes, em fevereiro, o texto passou por uma votação um pouco mais apertada no Senado. Foi aprovado por 40 votos favoráveis, 26 contrários e duas abstenções.

Desvinculação das Receitas da União

A aprovação da prorrogação da chamada DRU, que é a desvinculação de receitas da União para que parte dos recursos possa ser utilizada livremente até 2023 foi aprovada em abril, em primeiro turno, por 59 votos favoráveis e 12 contrários, e em agosto, em segundo turno, por 54 votos a 15. Depois de passar pela Câmara, a emenda foi promulgada em junho.

Programa de Parcerias de Investimentos

O Senado também aprovou em setembro a medida provisória que criou, no âmbito da Presidência da República, o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) com 44 votos favoráveis e seis contrários. A medida estabelece normas para a execução de parcerias do governo com a iniciativa privada para a execução de obras públicas de infraestrutura. Críticos da proposta argumentaram que o PPI representa a privatização de empresas que prestam serviços públicos à sociedade.

Teto dos gastos

Sobre o teto dos gastos, considerada a principal aposta de Temer para recuperar a economia do país, o resultado do placar no Senado foi apertado. No primeiro turno, foram registrados 61 votos a favor e 14 contra. Já no segundo, o placar ficou em 53 a 16. Apenas quatro a mais do que os 49 exigidos.

O projeto que desobriga a estatal de ser a operadora única de todos os blocos de exploração do pré-sal no regime de partilha de produção foi aprovado foi aprovado por 40 votos favoráveis, 26 contrários e duas abstenções.

Leia a matéria completa na Revista Congresso em Foco

Compre o exemplar da Revista Congresso em Foco

Mais sobre o Senado

Continuar lendo
Publicidade Publicidade