Chico Alencar e Randolfe, os mais votados entre os jornalistas no Prêmio Congresso em Foco

Reprodução[/reprodução]

Chico Alencar e Randolfe Rodrigues foram escolhidos pelos jornalistas como melhores parlamentares de 2017

 

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e o deputado Chico Alencar (Psol-RJ) são os melhores parlamentares do ano, na avaliação de jornalistas que cobrem o Congresso Nacional. O resultado foi anunciado na noite desta quinta-feira (19) durante a festa do Prêmio Congresso em Foco 2017. Participaram da votação 73 jornalistas de 45 veículos de comunicação.

Em seu discurso, Randolfe afirmou que, diante do atual momento de crise política vivenciado no país, o evento a premiação reafirma suas convicções. “Em momento tao turvo e caótico é necessário em um evento como esse que para que se reafirme nossas convicções. Eu creio non estado democrático de direito. A democracia é o pior dos regimes salvo todos os outro, não há vida fora do estado democrático de direito. [...] A corrupção não corrompe somente o estado, corrompe a sociedade e as gerações”, ressaltou.

Chico Alencar fez um discurso duro contra a “gangsterização” da política. “Esse prêmio me honra muito porque, sem imprensa atenta, crítica e independente, o Congresso seria ainda pior. Fala-se muito em criminalização da política. Há quem queira fazer isso para a apatia das pessoas. A criminalização deriva da ‘gangsterização’ da política”, criticou.

Abaixo, os melhores senadores, de acordo com os jornalistas, por ordem decrescente:

1º – Randolfe Rodrigues
2º – Paulo Paim (PT-RS)
3º – Alvaro Dias (Podemos-PR)
4º – Simone Tebet (PMDB-MS)
5º – Cristovam Buarque (PPS-DF)

Os melhores deputados, de acordo com os jornalistas, por ordem decrescente de votação:

1º – Chico Alencar
2º – Alessandro Molon (Rede-RJ)
3º – Glauber Braga (Psol-RJ)
4º – Ivan Valente (Psol-SP)
5º – Miro Teixeira (Rede-RJ) e Sérgio Zveiter (Podemos-RJ) – empatados

Pela primeira vez, a pesquisa foi feita por meio de ferramenta eletrônica, com o envio de um link por e-mail ou celular àqueles que estavam aptos a votar. O sistema garante o anonimato dos votos.

Cada jornalista votou em até dez deputados(as) e no máximo cinco senadores(as). Só puderam ser votados aqueles congressistas que não respondem a inquérito ou ação penal no Supremo Tribunal Federal ou que exerceram o mandato por pelo menos 60 dias no atual ano legislativo.

De acordo com o regulamento, não puderam participar da votação os jornalistas vinculados a empresas de lobby, assessoria de comunicação ou consultoria política, assim como aqueles que exercem o cargo de assessor(a) de deputado(a) federal ou senador(a), de bancadas partidárias ou de partidos com assento no Congresso.

O Prêmio Congresso em Foco teve o patrocínio e apoio da AmbevAnabbGoverno de Mato GrossoUberAPCFAnffa SindicalSinprofazAnfipAnadefAMBCiclo de GestãoFebrafiteAbrigOAB-DFSindicato dos Jornalistas

<< Saiba de quais veículos são os jornalistas que participaram da votação

<< Mais matérias sobre o Prêmio Congresso em Foco

 

Patrocínio:


Apoio:

 

Apoio Institucional:

Continuar lendo

Publicidade Publicidade