Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO)

Investigado no Supremo (Inq 3443) por ligações com o contraventor Carlinhos Cachoeira, o deputado aparece em grampos da Polícia Federal conversando com o empresário, de quem é amigo, pedindo o número de seu cartão de crédito e um apartamento emprestado. Também cobra de um auxiliar de Cachoeira depósito de dinheiro em conta-corrente. Responde, ainda, a inquérito (2840) por crimes contra a honra e a ação penal (499) por lesões corporais. No último dia 11, comissão de sindicância da Câmara recomendou a continuação das investigações na Casa contra o deputado.

Continuar lendo

Publicidade Publicidade