Câmara Legislativa do DF publica edital de concurso com salários de até R$ 15 mil

Reprodução

Ao todo, serão oferecidas 86 vagas na CLDF

 

Com 431 cargos efetivos vagos, a Câmara Legislativa do do Distrito Federal (CLDF) publicou, nesta segunda-feira (21), editais do concurso público para os cargos de Consultor e Técnico Legislativo. Ao todo, são oferecidas 86 vagas. Dessas, 18 são para consultor legislativo, 37 para consultor técnico-legislativo e 31 para técnico-legislativo. A remuneração inicial é de R$ 10 mil para os cargos de técnico legislativo e R$ 15 mil para os cargos de nível superior.

<<Mais sobre concursos públicos

Há ainda previsão de cadastro de reserva. O concurso será realizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC). As inscrições deverão ser realizadas via internet, entre os dias 14 de setembro a 16 de outubro deste ano. A taxa de inscrição é de R$ 88 para nível superior e R$ 63 para nível médio.

De acordo com o edital, as provas objetivas para consultor técnico-legislativo devem ser aplicadas no dia 10 de dezembro. As provas práticas estão marcadas para 19 de maio de 2018. No caso de consultor legislativo, as provas objetivas para consultor legislativo devem ser aplicadas em 17 de dezembro e a discursiva dia 25 de março do próximo ano.

Novos editais serão lançados para os cargos de Procurador (uma vaga) e para as categorias de Agente de Polícia Legislativa (três vagas) e Inspetor de Polícia (uma vaga). A previsão é que sejam publicados ainda nesta semana.

Pelo quadro demonstrativo de pessoal de junho deste ano, a Câmara Legislativa conta com 1.056 cargos efetivos, sendo que 431 estão vagos. Por outro lado, a Casa abriga 1.150 funcionários comissionados. Desses, 278 ocupam cargos na estrutura administrativa e outros 872 nos gabinetes parlamentares, lideranças de partidos e lideranças de governo. Os números de comissionados e terceirizados representam o limite máximo de contratação por esse meio na CLDF.

A Câmara Legislativa do Distrito Federal foi criada em 1986, mas os brasilienses só elegeram os primeiros deputados distritais em 1990. Como o DF absorve as funções de Estado e município, a Casa atua como um misto de assembleia legislativa e câmara municipal.

Leia também:

<< Deputado de Brasília custa mais que federal

Continuar lendo

Publicidade Publicidade