Alberto Mourão (PSDB-SP)

Alberto Mourão (PSDB-SP)

Responde à Ação Penal 600 (crimes contra o sistema financeiro/lavagem de dinheiro/crimes contra os costumes) e ao Inquérito 3362 (crimes de responsabilidade). “É o ônus da vida pública, principalmente para quem passa pelo Executivo. Estou tranquilo quanto ao desfecho dos dois casos. A verdade será celebrada e serei absolvido”, diz o deputado, ex-prefeito de Praia Grande.

Leia a íntegra da resposta:

“Infelizmente, respondo, sim, a Ação Penal e Inquérito. É o ônus da vida pública, principalmente para quem passa pelo Poder Executivo. Raro é quem não esteja respondendo a nada. Estar respondendo não significa ser culpado. Houve equívocos do Ministério Público tanto na oferta da denúncia, na ação, como na minha inclusão no inquérito. A leitura que se faz de um ato administrativo é passível de interpretações diversas, dependendo do ângulo com o qual o ato é analisado. Isso é normal.  No primeiro caso, da ação penal em curso, não fui enquadrado em nenhum daqueles crimes que dão título à matéria, mas num artigo bem mais simples. No inquérito referido, trata-se de um ato administrativo realizado por secretário municipal e não do prefeito, que não autoriza loteamentos. Fui incluído apenas por ser o chefe do Executivo na época do ato questionado. Estou tranquilo e sereno quanto ao desfecho dos dois casos, certo de que a verdade será celebrada e serei absolvido.”

Continuar lendo

Publicidade Publicidade