Abrig: Prêmio valoriza parlamentares que honram sociedade

Abrig/Divulgação

Para o presidente da Abrig, Guilherme Cunha Costa, o Prêmio Congresso em Foco fortalece a democracia

 

A Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais (Abrig) classificou o Prêmio Congresso em Foco como uma iniciativas que fortalece a democracia representativa baseada na transferência de poder por meio das eleições. Para ele, a proposta de premiação do site valoriza políticos que honram a sociedade, escolhidos em votação popular. Em sua décima edição, o projeto premia os melhores parlamentares por meio do voto de internautas, de jornalistas e de um juri especializado, em votação inspecionada por auditores externos da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), entidade que reúne os peritos da Polícia Federal.

<< Por que é seguro votar no Prêmio Congresso em Foco

“Essa é uma iniciativa impar. O site Congresso em Foco tem uma publicação especializada em política brasileira super conceituada e reconhecida internacionalmente. Um Prêmio como esse vem contribuir para a democracia, vem contribuir com projeto de longo prazo para um Brasil melhor”, ressaltou o presidente da Abrig, Guilherme Cunha Costa.

Criado para distinguir os melhores deputados e senadores, além de estimular a sociedade a acompanhar seus representantes de modo ativo e participar plenamente da vida política, o Prêmio Congresso em Foco tem entre seus propósitos separar “os bons dos maus políticos” com assento na Câmara e no Senado. No dito popular, um convite à sociedade para que o joio seja separado do trigo.

Para Guilherme Cuna, a população deveria olhar todos esses escândalos de corrupção na política, revelados com as diversas operações da Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público Federal (MPF), como uma oportunidade de conhecer melhor os atuais congressistas, entender o Parlamento e aplicar tal conhecimento nas urnas.

“Eu tenho certeza que essas operações todas em curso, na verdade, contribuem para que o eleitor possa decidir seu voto diante de muito mais informações. Então, não adianta se esconder ou reclamar. O que tem que fazer é participar, pesquisar e se informar atentamente”, ponderou.

A Abrig é uma das entidades parceiras do Prêmio Congresso em Foco 2017. Fundada em 2007, a Associação é formada por profissionais de relações institucionais e governamentais interessados em pensar sua atividade e fazerem-se representar no debate público em torno da participação da sociedade civil e do setor privado nos processos de decisão política.

Revelação dos vencedores

A cerimônia de premiação dos congressistas, na qual será revelado os parlamentares melhores avaliados pelo público, será realizada no dia 19 de outubro. O troféu é cobiçado por cerca de 370 parlamentares federais que estão na disputa. Até o último dia 21, quando foi divulgada a última parcial da votação prevista pelo regulamento, mais de 800 mil votos haviam sido distribuídos entre os congressistas aptos a participar da disputa.

<< Décima edição do Prêmio Congresso em Foco terá novo troféu

Só participaram das votações os deputados federais e senadores que não são alvo de inquéritos criminais ou ações penais em andamento no Supremo Tribunal Federal. A consulta pública foi aberta entre o período de 1º a 30 de setembro deste ano.

Nesta edição serão premiados os mais votados nas duas categorias gerais (melhores deputados e melhores senadores) e nas três categorias especiais (combate à corrupção e ao crime organizado, defesa da seguridade e defesa da agropecuária), além dos melhores avaliados por um juri especializado e também por jornalistas que cobrem o dia a dia do Congresso.

Juri especializado

Uma das novidades desta edição é a premiação de parlamentares selecionados por um júri, composto por representantes dos movimentos sociais e das áreas empresarial, acadêmica e sindical. Os jurados são o advogado e consultor empresarial Guilherme Cunha; a auditora de controle externo e ativista de movimentos sociais Lucieni Pereira da Silva; o analista político Antônio Augusto de Queiroz, que acompanha as atividades do Congresso para o movimento sindical; o cientista político e professor da Universidade de Brasília (UnB) Ricardo Caldas; e o jornalista Sylvio Costa, fundador do Congresso em Foco.

<< Veja o perfil dos jurados

Na votação da imprensa, profissionais de quase 50 veículos de comunicação participaram da votação. Ao todo 73 jornalistas que cobrem as atividades da Câmara e do Senado ou se dedicam à cobertura política em Brasília foram consultados. Pela primeira vez, a pesquisa foi feita por meio de ferramenta eletrônica, com o envio de um link por e-mail ou celular àqueles que estavam aptos a votar. O sistema garante o anonimato dos votos.

O Prêmio Congresso em Foco teve o patrocínio e apoio da AmbevAnabbGoverno de Mato GrossoUberAPCFAnffa SindicalSinprofazAnfipAnadefAMBCiclo de GestãoFebrafiteAbrigOAB-DFSindicato dos Jornalistas

<< Outras informações sobre o prêmio

<< Veja a última parcial, com os votos validados até 20 de setembro


Patrocínio:


Apoio:

 

Apoio Institucional:

Continuar lendo

Publicidade Publicidade