“Crise brasileira é de legitimidade” do presidente da República, diz Paulo Teixeira; veja o vídeo

EBC

“Há uma crise institucional muito grave para o país”, diz deputado petista

 

Um dos mais atuantes deputados da oposição, Paulo Teixeira (PT-SP) defende a renúncia do presidente Michel Temer (PMDB) como caminho para a solução da crise política brasileira, bem como a convocação de eleições diretas, por meio da aprovação de emenda à Constituição que antecipa o pleito de 2018. O petista diz apostar na mobilização popular para pressionar o Congresso a aprovar a emenda das diretas (veja no vídeo abaixo).

Leia mais:
Dono da JBS grava Michel Temer avalizando compra de silêncio de Eduardo Cunha
Os áudios em que Temer avaliza compra do silêncio de Cunha e procurador infiltrado na Lava Jato

Além de tentar aprovar as diretas, outras frentes de atuação da oposição, segundo Teixeira, são a aprovação pela Câmara do pedido de licença do Supremo Tribunal Federal para processar Temer com base nas gravações da conversa do chefe de governo com o empresário Joesley Batista, um dos donos do Grupo JBS. Outro caminho, diz o petista, é insistir com pedidos de impeachment já protocolados na Casa contra Temer.

“A crise brasileira hoje é de legitimidade (do presidente). Nós precisamos retomar uma eleição direta para que tenhamos um projeto de crescimento, de geração de empregos, de distribuição de renda, de reorganização do serviço público brasileiro e de pacificação do país. Há uma crise institucional muito grave para o país”, disse Teixeira ao Congresso em Foco.

Veja:

 

Mais sobre crise brasileira

Continuar lendo

Publicidade Publicidade