Quinta, 23 de Fevereiro de 2017

Violência

Capitão Assumção

Ex-deputado e outros 154 PMs integram primeira leva de indiciados por paralisação no ES

Na reserva remunerada da Polícia Militar, Capitão Assumção foi deputado federal entre 2009 e 2011 pelo PSB. Grupo faz parte dos mais de 700 policiais militares que podem ser expulsos e condenados a até 20 anos de detenção por participação em movimento grevista. Veja primeira lista de indiciados

Continue lendo...
Policiais de férias e de folga voltam às ruas em Vitória

Ainda sob desconfiança da população, Espírito Santo tenta voltar à normalidade

Repartições públicas, escolas e hospitais retomam expediente normal e ônibus voltam a circular com o anúncio da volta parcial de policiais militares às ruas. Mas o clima ainda é de insegurança no estado

x

Violência e segurança: coragem para mudar

“Serviços essenciais não devem ter direito à greve, porque na sua ausência impera o caos. Mas também não é nada razoável que morra um policial a cada dois dias no Rio de Janeiro, como se estivéssemos numa verdadeira guerra civil”

Temer falou, mas por meio de nota

Após seis dias de caos no ES, Temer fala sobre paralisação da PM: “Não pode tornar o povo refém”

Em nota à imprensa, ele disse que a “paralisação ilegal” tem causado temor à população. “Ao saber da situação, [Temer] determinou o imediato envio de dois mil homens para restabelecer a lei e a ordem no estado”, diz o comunicado

Tânia Rêgo/Agência Brasil

Número de homicídios no ES passa de 120 em uma semana de protesto

Com paralisação da Polícia Militar local, patrulhamento está sendo feito pelas Forças Armadas. Acordo entre grevistas e governo segue travado, mesmo após dez horas de negociação e aumento nos números de criminalidade

Temer e o ministro Alexandre de Moraes participaram de reunião com governadores e secretários para discutir segurança nos presídios

Roraima, Amazonas e Rio Grande do Norte pedem Forças Armadas em prisões

Estados onde houve massacre de presos foram os primeiros a requisitar o apoio de militares para reforçar a segurança de penitenciárias

Como o Espírito Santo virou o jogo no sistema penitenciário

Ex-governador Renato Casagrande diz que investimentos na construção de presídios, no trabalho de ressocialização, na contratação de agentes prisionais e na valorização da categoria ajudaram estado a dar a volta por cima e melhorar o seu sistema penitenciário

Forças Armadas

Forças Armadas poderão atuar em presídios para reforçar segurança

O anúncio foi feito depois de reunião entre o presidente Michel Temer e autoridades de todos os órgãos de segurança e instituições militares do governo federal para discutir estratégias de segurança pública

Guerra em presídios deixou mais de 130 mortos desde o início do ano

Temer convoca reunião para discutir segurança pública

Representantes da Polícia Federal, da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), do Gabinete de Segurança Institucional e das Forças Armadas participam de encontro hoje (17), no Palácio do Planalto

jornalista agredida

Repórter da Globonews é atacada ao vivo em frente a presídio

Larissa Carvalho participava do jornal Edição da Meia-Noite e relatava um princípio de tumulto em penitenciária mineira quando foi agredida. Uma mulher invadiu a transmissão e empurrou com violência a jornalista, que caiu no chão

x

O “tchau, querida” e a chacina de Campinas

O assassinato de 12 pessoas – entre elas, nove mulheres – é desdobramento do movimento fascista que ganhou corpo no Brasil com o apoio de importantes veículos de comunicação, entidades de classe e partidos de oposição à Dilma e ao PT”, diz ex-deputado petista

Violência como resposta para a violência?

“Por que, então, países como a Holanda e Suécia fecham presídios? Certamente, não é porque suas forças policiais promovem contínuas eliminações físicas de meliantes. São duas as razões mais importantes”

Os quatro grandes grupos criminalmente organizados no Brasil

“Eles roubam e matam os brasileiros e o país. Matam dentro e fora dos presídios. Alguns decepam as cabeças inimigas nas celas, outros roubam o dinheiro público e matam gente invisível na fila do INSS, dentro dos hospitais ou nas periferias do arcaico Brasil”

xx

PF sabia desde 2015 de ameaça de massacre no Amazonas, diz O Globo

De acordo com o jornal, a informação consta de relatório que reúne cerca de 800 mil mensagens e chamadas telefônicas de criminosos interceptadas por policiais. Embora plano fosse de conhecimento há mais de ano, autoridades não impediram o massacre

leg

Líderes do massacre em Manaus serão levados para presídios federais

Governo estadual diz ter terrenos e projetos fechados para a construção de três novos presídios no Amazonas e recusou a oferta de tropas da Força Nacional de Segurança. Massacre que terminou com 60 mortes é o maior desde o Carandiru

Embaixador saiu às 20h da última segunda-feira e não deu mais notícias à família

Polícia investiga desaparecimento de embaixador grego no Rio

Por enquanto, suspeitas de sequestro estão descartadas. De acordo com a delegacia que investiga o caso, como não foi feito, até o momento, nenhum contato com a família para pedir resgate, esta hipótese é a menos provável

Colunista pede basta à violência contra mulheres e minorias

O que dizer? Peço aos homens: chega de violência contra as mulheres

“Tenho muito a lamentar: golpe de Estado, destruição de políticas públicas, perseguição polític​o-ideológica aos que pensa​m​ diferentemente, aumento da violência cont​r​a os pobres, negros, homossexuais, índios e​,​ fundamentalmente​,​ as mulheres”

Geraldo Alckmin é acusado de receber caixa dois para as campanhas eleitorais de 2010 e 2014

Chuchu

“O envelhecimento​, ​em vez de deixar o picolé aguado, mais suave e sem gosto, deixou-o agressivo e com os espinhos endurecidos e eriçados. Chego a esta constatação vendo a casca do chuchu, ​ou ​melhor​,​ do governo Alckmin, refletido na sua pol​í​cia”

Colunista

Je suis Bukavu!

“Incorporado está o grito de ‘je suis’ à rotina a cada dia mais conflituosa da humanidade. Eu só ainda não entendi bem o motivo de ele somente ser aplicado às vítimas de países ricos. Será que os miseráveis não merecem a nossa solidariedade?”

O momento em que agentes da polícia rendem membros do MST

Polícia investe contra o MST; movimentos sociais convocam resposta

Em São Paulo, Escola Florestan Fernandes sofreu invasão com tiros; no Paraná houve oito prisões. Movimentos sociais e artistas convocam ato em repúdio à ação policial

Boiadeiros ocuparam a Esplanada dos Ministérios na semana passada, em protesto contra decisão do STF

Na contramão do STF, Senado aprova projeto que torna vaquejada patrimônio cultural

Já enviada à sanção presidencial, matéria foi aprovada horas antes em comissão do Senado e seguiu para o plenário em regime de urgência. Há uma semana, Supremo declarou a atividade inconstitucional

Manifestação nas areias de Copacabana para denunciar mortes por causas violentas

Brasil tem mais mortes violentas do que a Síria em guerra, diz pesquisa

Apenas em 2015, foram mortos violentamente e intencionalmente 58.383 brasileiros, resultado que representa uma pessoa assassinada no país a cada 9 minutos, ou cerca de 160 mortos por dia

"Além da segregação espacial, no DF a economia é concentrada e os empregos ofertados na periferia não exigem mão de obra qualificada, o que aumenta ainda mais a desigualdade", diz o presidente da Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), Lúcio Rennó

Crescimento desordenado aumenta violência em Brasília, apontam pesquisadores

Nos últimos 23 anos, a população do Distrito Federal mais que dobrou, saltou de 1,2 milhão para quase 3 milhões. Mesmo assim, o contingente de PMs efetivos e policiais civis não teve qualquer aumento no período

Edgar Marra/Congresso em Foco

O mapa da violência no Distrito Federal

Na periferia, moradores convivem com índices de criminalidade que lembram o dos países mais violentos do mundo; nas áreas nobres, onde vivem políticos e a elite do funcionalismo, nenhum assassinato é registrado há dois anos. Mais parece a Europa

Publicidade Publicidade