Segunda, 20 de Fevereiro de 2017

Política externa

s

A rota da lesma

Enquanto começa a operar uma ferrovia que liga a China à Inglaterra, cortando sete países ao longo de 12 mil km, o Brasil avança a passos de lesma, com 70% de suas cargas transportadas em “sangrentos matadouros”, critica desembargador

Continue lendo...
Giannetti

Marina Silva precisa definir o caminho que deseja seguir, afirma Eduardo Giannetti

Em análise sobre a crise brasileira e seus principais personagens, colaborador da ex-senadora diz que ela deve decidir se “é uma líder de movimento, na linha do Gandhi, ou se é candidata a chefe do Executivo”

donald-trump-twitter-follow

No Twitter, governo Trump já começou

“Opiniões controversas de Trump estão desviando o foco de um fator que merece toda a atenção de estudiosos do poder das mídias digitais: o próximo presidente norte-americano sabe manejar a rede social com perícia impressionante”

Um dos fundadores da democracia portuguesa moderna, Mário Soares foi presidente do país europeu por dois mandatos, de 1986 a 1996

Morre, aos 92 anos, o ex-presidente português Mário Soares

Mário Soares desempenhou os mais altos cargos no país e a sua vida confunde-se com a própria história da democracia portuguesa: combateu a ditadura, foi fundador do Partido Socialista, primeiro-ministro e presidente da República

Venezuela é acusada de não cumprir

Venezuela é suspensa do Mercosul

Apesar de decisão ter consenso entre demais países integrantes do bloco econômico, ministra das Relações Exteriores da Venezuela afirma que país “não reconhece” iniciativa que foi tomada por “pessoas que estão destruindo o Mercosul”

Fidel

Fidel: o símbolo de um dilema

“O líder cubano pode e deve ser reconhecido positivamente como uma das figuras mais marcantes da história na tentativa de concretizar o ideal de justiça social plena, de superação das opressões e explorações no convívio social. Mas também deve ser reconhecido negativamente como protagonista de um caminho que não deve ser trilhado”

Fidel

O fim do outono do patriarca

Com muitos erros e repetindo várias distorções do regime soviético, Fidel Castro “fez o melhor que pôde por seu povo e seu país – não pelo marxismo ou pela revolução mundial, que nunca foram suas verdadeiras devoções”, afirma Celso Lungaretti

F. Castro_ONU

Temer, sobre morte de Fidel: “Marcou história mundial”; Dilma exalta: “Hasta siempre”!

Presidente e antecessora divulgam notas e ressaltam importância histórica do líder revolucionário. Temer, no entanto, faz ressalva sobre ideologia política. Lula diz ter sentido a perda de um “irmão mais velho”, enquanto FHC aponta os dois lados da moeda

Magnata pode surpreender positivamente, avalia jornalista

Trump pode se sair melhor que a encomenda

“Trump será um Rodrigo Duterte, o iracundo presidente filipino? Ou reencarnará o espírito de Reagan, que, ao lado da ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher, dominou o cenário mundial dos anos 1980?”

“Bom dia”: deputado ironiza morte de líder cubano nas redes

Em vídeo, Bolsonaro comenta morte de Fidel: “Cremar por que, se já está ardendo no inferno”?

“Fidel Castro, um grande exterminador de liberdades e promotor da miséria do mundo todo, certamente terá ao lado de ídolos do PT, PCdoB e Psol uma estadia eterna nas profundezas do inferno”, emendou o deputado

“El Comandante”: controverso líder socialista se despede aos 90 anos

Comandante da Revolução Cubana, Fidel Castro morre aos 90 anos em Havana

Morte do líder que comandou a ilha caribenha por mais de cinco décadas foi anunciada em rede nacional de TV pelo irmão, Raúl Castro, que o substituiu no poder. “Com profunda dor, compareço para informar ao nosso povo, aos amigos da nossa América e do mundo que hoje, 25 de novembro do 2016, às 22h29 [horário de Havana], faleceu o comandante da Revolução Cubana, Fidel Castro Ruiz”, declarou Raúl

Teatro Colón ficou lotado durante assinatura da nova proposta de acordo

Novo acordo de paz é assinado entre o governo da Colômbia e as Farc

Tratado foi firmado pouco menos de dois meses depois de pacto anterior ter sido rejeitado em um referendo popular. Assim como o anterior, o novo acordo enfrenta resistências de parte da sociedade, principalmente do grupo liderado pelo ex-presidente Álvaro Uribe

Quem elegeu Trump?

Resultado das últimas eleições nos Estados Unidos e no Brasil foi impulsionado por um mesmo tipo de eleitorado, diz analista política. “As bases eleitorais dos dois países, que promovem essas movimentações, é parecida”

Trump

Apertem os cintos, Trump vem aí!

“A vitória de Trump revela um fenômeno universal das democracias contemporâneas: o distanciamento crescente da sociedade do quadro partidário clássico. Há hoje na Europa e nos EUA um mal-estar com os caminhos da civilização”

Primeira tentativa foi rejeitada pela população. Agora, governo apresenta novas tratativas

Colômbia e Farc anunciam novo acordo de paz

Ambas as partes asseguraram que o “acordo final” para pôr fim a um conflito de mais de meio século busca uma “paz estável e duradoura” e inclui reivindicações feitas por “diversos setores da sociedade colombiana”

trump580

Como a comunicação ajudou Trump a derrotar Hillary

Nas cenas da semana, veja ainda os memes inspirados nos resultados da eleição americana e no Enem 2016, além das regras que restringem o uso de redes sociais para membros do Ministério Público

x

A onda conservadora e o declínio dos impérios

“A reação conservadora nos países do Primeiro Mundo parece seguir na linha mais perigosa e explosiva possível. Vai acirrar conflitos que só tendem a se agravar se a solução for radicalizar fechamentos de fronteiras”

"A vitória de Trump nos EUA oferece às novas gerações um horizonte alvissareiro"

Para ex-governador do Espírito Santo, Trump é a ameaça que vem do Norte

“Se o discurso eleitoral de Trump ganhar a forma de políticas de Estado, as relações com a América Latina e com outras regiões menos desenvolvidas do mundo também devem dar alguns passos atrás. E a frágil paz mundial ficará ainda mais ameaçada”

Temer

Temer: relações com EUA são institucionais e nada mudará com eleição de Trump

Segundo o presidente brasileiro, os dois países devem manter a institucionalidade das relações e, portanto, não devem ocorrer mudanças significativas entre as duas nações

Trump

Análise: por que a vitória de Trump não surpreende

Para professor do Mestrado Profissional da Câmara, vitória do candidato republicano é só mais um dos resultados da descrença e desconfiança generalizada no sistema-mundo moderno e em suas pernas econômica, política e cultural, e de seu consequente colapso

Trump

Eleição de Trump nos Estados Unidos assombra a América Latina

Imprensa de países latino-americanos demonstra surpresa e preocupação com a vitória do candidato republicano, eleito com discurso anti-imigração e com ameaças ao México

Ministro foi aos EUA para participar de uma série de reuniões com investidores internacionais

Meirelles descarta repatriação de recursos como prioridade e diz que governo foca limite de gastos

Nos EUA para uma série de reuniões com investidores, ministro da Fazenda diz que projeto de repatriação de recursos enviados ao exterior sem declaração à Receita não é prioridade. “Há muito interesse no Brasil e um otimismo crescente com a aprovação das reformas, particularmente do ajuste fiscal”, declarou

Presidente da Colômbia durante assinatura do acordo de paz no último dia 26, em Cartagena

Colombianos rejeitam em plebiscito acordo de paz com as Farc

Apesar da grande expectativa do governo em recuperar a paz junto aos rebeldes de Havana, capital de Cuba, 50,24% dos votos seguiram o “não” contra 49,75% para o “sim”

Anistia prevê julgamento especial com penas mais leves, mas crimes de guerra não serão perdoados

Farc e governo da Colômbia assinam acordo de paz após 52 anos de conflito

Evento reuniu autoridades e chefes de Estado de todo o mundo em uma cerimônia de mais de duas horas. Todos os presentes estavam vestidos de roupas brancas, a cor símbolo da paz

Publicidade Publicidade