Segunda, 27 de Março de 2017

Opinião

Visão anacrônica levou à repetição da História em 2016

Por que 1964 se repetiu como farsa em 2016?

“Até hoje existe uma esquerda Carolina (o tempo passou na janela e só ela não viu…) acreditando numa balela oportunista de meados do século passado, que foi simplesmente pulverizada, em termos práticos, pelo golpe de 1964”

Continue lendo...
x

O que é a ultrarrápida banda larga na Inglaterra e como chegar lá

“Receita dos ingleses: para a ultrarrápida banda larga, adicione regulador forte, que leva à separação de empresas – forçando a competição – e misture com alguns milhões de libras esterlinas de investimento público”

Black Mirror

Espelho negro

“Na nova temporada de Black Mirror, há terror, ação e catástrofe demasiadamente banais para as telas. Seria bom se o espelho voltasse a pensar de modo mais realista, com a especulação futurista dentro dos quadros de personagens cotidianos”

Espaço Renato Russo

Brasília de A a Z: o que dizem o G e o H

“Goianos do quadradinho”, Galpão, Galpãozinho e o Hino de Brasília. Por meio de verbetes iniciados pela sétima e pela oitava letras, o poeta mais famoso da capital mostra os encantos desta cidade ainda tão mal compreendida pelos brasileiros

c

Divórcio entre imprensa e sociedade

“Há décadas qualquer nomeação ou posse de um ministro, por mais insignificante que seja, é destaque na abertura de telejornais na televisão e manchete em capa de jornais e de revistas. Já sobre educação…”

m

O voto nominal proporcional regionalizado

“Temos apenas seis meses para votar mudanças nas regras para as eleições de 2018. De seu lado, a sociedade não vê este como um tema seu. De outro, o quadro partidário revela extrema dificuldade de se autorreformar”

Dedique-se e seja honesto, aconselha colunista

Seja ético e justo, no serviço público ou na iniciativa privada

“O funcionário que trabalha tão cuidadosa e conscientemente longe do empregador quanto quando este tem os olhos sobre ele não ficará por muito tempo em posição inferior”, observa colunista

d

A humanidade ameaçada por guerras letais

“O mais grave é que a potência hegemônica, os USA, se transformou num Estado terrorista, levando uma guerra impiedosa a todo tipo de terrorismo – exteriormente, invadindo países do Oriente Médio, e interiormente, caçando imigrantes ilegais e prendendo suspeitos sem respeito a direitos fundamentais”

blake1024

“Eu, Daniel Blake”: um filme para ver como dever cívico

“Respeitar, portanto, não significa se omitir diante do erro, uma exigência primeira e universal da cidadania de não compactuar com o erro! E a propósito do relativismo moral esquerdista é que recomendo o filme Eu, Daniel Blake”

movimento_mulheres_580

Redes sociais potencializam o movimento feminista

“A parada internacional das mulheres, a #8M que invadiu o Twitter e o Facebook, teve a adesão de mulheres de 57 países”, lembram as colunistas. Leia mais destaques do noticiário da semana

Greve das Mulheres

A Greve de Mulheres e a “Novíssima Esquerda”

A violência contra a mulher é uma das muitas mazelas da sociedade de classes. A partir do século V, a mulher perdeu seu status de humano de segundo nível, para tornar-se apenas uma coisa qualquer, uma propriedade do homem, igual ou menos valiosa que algumas arrobas de lenha

la-cuisine-francaise-24215-2

É tempo de celebrar a culinária francesa

“O dia 21 de março é dedicado à celebração da gastronomia francesa, berço da alta culinária e sinônimo de cozinha de excelência. Em Brasília, 20 restaurantes a comemoração das receitas clássicas, molhos e sabores oriundos da França”

Juca fez duros ataques a jornalistas

O discurso de defesa

O duro discurso do senador, como ele próprio afirmou da tribuna, não foi e nem será considerado discurso de um inocente, mas, sim, de palavras que só não serão levadas pelo vento porque impressas nos boletins a serem distribuídos porta a porta em seus redutos eleitorais

Petistas protestam contra condução de Lula

Injustiças

Breno Altman, absolvido pelo juiz Sérgio Moro na última quinta-feira (2), foi execrado pelo espetáculo jurídico-midiático organizado pelos vazadores da lava jato e a Rede Globo. Quem pagará pela injustiça cometida pela lava jato contra Altman?

De que mais precisa a foliã com sorriso de céu?

A “ressaca real” de Duarte Colombina, a mulher que chorou porque sorriu demais

No Dia Internacional da Mulher, a epifania de uma jornalista “rainha de bateria por um dia”, na cadência imperfeita do samba: “Chorei porque sorri demais”. Que se abram todas as alas para a passagem do sublime

Voto feminino

“Rainhas do lar” e “incapazes”, brasileiras foram à luta por seus direitos políticos

Até 1827, as mulheres não podiam sequer se matricular em instituições de ensino. Tiveram de esperar mais meio século para ter acesso à faculdade. Historiador reconta a trajetória das protagonistas da luta pelo reconhecimento do voto feminino no país

dezmulheres

Ah, mulheres!

Neste 8 de março, as mulheres cruzarão os braços. Elas acham que isso fará alguma diferença para nós, homens?

Igualdade de gênero em favor da retomada do crescimento

“Ao excluir ou reduzir o acesso de metade da população brasileira à participação na economia, deixamos de aproveitar metade do talento humano disponível. Perdemos em ideias inovadoras, em empreendedorismo, em competitividade, e produtividade”

A mulher na reforma previdenciária

“Além de não propor medidas positivas, o governo quer emplacar a qualquer custo uma reforma previdenciária que atinge frontalmente as conquistas das mulheres, principalmente da mulher camponesa e a professora do ensino fundamental e básico”

Advocacia pública não tem seu valor devidamente reconhecido, diz presidente da Anafe

7 de março – Dia Nacional da Advocacia Pública: a importância da atividade essencial à Justiça

“A atuação hercúlea dos Advogados Públicos Federais é fundamental para o desenvolvimento do Brasil. Também deixa claro que investir na Advocacia Pública é fortalecer o Estado. Muito mais poderia ser feito se a AGU tivesse seu devido reconhecimento enquanto função essencial à Justiça”, diz o presidente da Anafe, Marcelino Rodrigues

O terrorismo da reforma da Previdência

“Amplos interesses econômicos convergem para o discurso de que a reforma da Previdência é necessária e inevitável. E a partir daí tudo é válido. O terrorismo midiático é aplicado para vencer a batalha da comunicação”, diz professor aposentado da UFPE

Uber

Uber na berlinda

“Nem mesmo as gigantes da era da internet estão imunes à sua própria insaciedade, em que a empresa pode estar matando seu próprio mercado, alertam os economistas”, diz consultora em ciência e tecnologia da Câmara

x

A mulher que revolucionou a astronomia

Às vésperas do Dia Internacional da Mulher, conheça a trajetória singularíssima de Cecilia Payne, uma das figuras femininas mais marcantes da história da ciência e que não recebeu à época o diploma de doutora da Universidade de Cambridge simplesmente por ser mulher

Protesto na Câmara contra Jair Bolsonaro

Como deter o fascismo de Bolsonaro?

“Se o confronto for entre o populismo decadente do Lula e o populismo ascendente de Bolsonaro, afinado com o espírito da era Trump, é o segundo que prevalecerá. As lambanças do PT já levaram a direita ao poder. Se persistirem, acabarão conduzindo um fascista explícito ao Planalto”

Publicidade Publicidade