Sábado, 21 de Janeiro de 2017

Fórum

Vandré, nem a esfinge o devorou

Lungaretti e seu desabafo sobre o autor de “Para não dizer que não falei de flores”. “Nunca haverá desculpa para os que fizeram desabar tamanha tempestade em cima de um músico, apenas por ele ter composto uma canção que expressou o sentimento de todo um povo”

Continue lendo...

PMDB, o maior e mais contraditório partido nacional

Ex-ministro compara o velho MDB à sigla ora comandada por Temer. “O partido que teve em Ulysses Guimarães como notável presidente da Câmara tem hoje Eduardo Cunha. Que teve no senado líderes como Tancredo Neves e Paulo Brossard tem hoje Renan Calheiros e Romero Jucá…”

Dias piores virão

“Caminhamos na contramão do que sugere um relatório recente da ONU sobre a América Latina, que pede que os governos locais, mesmo em tempos de recessão, não abortem as políticas referentes ao enfrentamento, por exemplo, da violência de gênero”

Menos ideologia e mais inclusão cidadã

“Não é de hoje que precisamos de um currículo nacional unificado, com parâmetros para os professores do que deve ser ensinado, efetivamente, nas salas de aula. Para isso, é necessário que desapareça a carga ideológica das matérias”

Os ajustes necessários no projeto que regula os fundos de pensão

“Proposta contém avanços importantes, mas dificulta o controle do patrimônio pelos verdadeiros donos ao reduzir a representação dos participantes nas diversas instâncias da governança e incluir a figura dos profissionais independentes na administração”

O perigo fascista

A invasão da UnB por covardes, armados com bomba caseira, é fato gravíssimo, que merece a repulsa do governo e da sociedade. Trata-se de “agressão frontal” às bases da ordem democrática prescrita pela Constituição, destaca cientista político

Tite: uma promessa de trabalho sério e vislumbre de esperança

A despeito da “Casa Bandida do Futebol”, a CBF, blogueiro vê luz no fim do túnel com o novo técnico da Seleção Brasileira: “Tite deve ter pesado os prós e contras de ajudar tais parasitas a tentarem escapar da dedetização que há muito já deveria ter sido efetuada”

estupro protesto sao paulo rovena_abr1

O que faltou dizer

Criminalistas explicam o crime estupro e destacam: “A configuração do crime independe da qualidade da vítima e da qualidade do agente. Basta a transgressão do consentimento”

O estupro e suas penas

Especialista explica a mudança na tipificação do crime de estupro e faz alerta sobre aplicação de punições. “Não se trata mais, unicamente, de uma conduta de conjunção carnal, mas, também, por acréscimo, do antigo conceito de atentado violento ao pudor”

As artimanhas de Cunha e o choro do deputado

“Há males que vêm para o bem, como diz a sabedoria popular. Graças às contendas familiares dos Collor e ao desespero de Cunha, ficamos livres de dois governos ineficientes e corruptos”

Reformas estruturais

“Se bem-estar social dependesse de lei e Constituição, o Brasil seria o Céu aqui na Terra. Já tivemos nove constituições, enquanto os Estados Unidos continuam com a primeira”

O que é bom para o emprego?

“É o crescimento econômico sustentado pela demanda oriunda do aumento da massa salarial, pelos investimentos público e privado e pela capacidade ampliada de importar e exportar de maneira equilibrada”, responde o autor

Energia: Congresso privilegia empresas ineficientes

“Má gestão e incapacidade operacional de empresas instaladas na Região Norte custarão aos consumidores de todo o país, segundo os melhores especialistas, um aumento entre 6% e 8% na conta de luz”

Juros compostos, uma impossibilidade física

“Estamos trabalhando nos limites da economia real, na qual a produção de bens materiais e imateriais é capaz de transformar qualitativamente as condições de bem-estar do sistema econômico como um todo e para todos”

Temer, destino em mutação

Refém do tempo e da agonia imposta pelas circunstâncias, presidente interino caminha para melhorar a economia, mas precisa avançar na esfera política. Uma alternativa é reviver a política dos governadores, agora reencarnada como novo poder moderador

Reforma partidária: uma agenda a ser enfrentada

“Fala-se muito em reforma partidária, porém as discussões concentram-se em meios de redução da fragmentação partidária, como criação de cláusulas de barreira, alterações no sistema eleitoral etc. Pouco se traz à baila a necessidade de mudanças na própria institucionalidade dos partidos”

A mentirosa e demagoga verdade simples

“Enquanto a política no Brasil se esboroa e apodrece, alguns agem como vermes ao se locupletar com os espólios da carniça. É preciso, ao contrário, valorizar a responsabilidade democrática”

Crimes sexuais: a impunidade gerada por um Estado omisso

Índice de condenação em crimes sexuais é próximo a 1%. E tudo poderia ser diferente se houvesse maior investimento em ferramentas como a coleta e o cadastramento de dados de DNA. “Mais ciência e menos burocracia”, recomenda presidente da Academia Brasileira de Ciências Forenses

Maracanazos

Na esteira dos casos de estupro, cronista põe o dedo na nossa ferida social, remonta a derrotas nacionais históricas e indaga: “Não seria o caso de as escolas incluírem em seus currículos (mais) discussões sobre a violência contra a mulher?”

Perdemos 36 anos e continuamos desperdiçando nosso tempo

“A renúncia deveria ter ocorrido no dia seguinte ao da aprovação da abertura do processo de impeachment na Câmara Federal; o mais tardar, no dia seguinte à decisão idem do Senado”

Accountability e burocracia: o dilema dos capitães

“Na democracia, a obediência às regras do jogo é indispensável. Não cabem poderes sem limites a nenhum ator, super-heróis inclusive. Daí a importância da prestação de contas”

Base curricular em debate

“A ideia de ter um currículo é muito boa. Mas fazê-lo de forma atropelada é desastroso. O novo governo tem o direito e o dever de reexaminar o que foi feito, corrigir o que precisa ser corrigido e fazer avançar o processo”

Retenção ilegal da Receita Federal

Especialista acusa Receita de reter ou compensar, “automaticamente, créditos de contribuintes que têm débitos federais parcelados. “Caso o contribuinte esteja enquadrado nessa situação, deve promover a respectiva ação judicial competente”

O MinC voltou, e agora?

“O ‘novo’ Ministério da Cultura precisa ter um olhar mais generoso para a enorme diversidade cultural do povo brasileiro. Será que as elites culturais, os ‘artistas famosos’ ou parte da mídia realmente querem o fomento da cultura nacional?”

Publicidade Publicidade