Domingo, 26 de Março de 2017

Fórum

Debate energético enviesado – Mitos e conceitos deturpados sobre “energia limpa”

Professor reclama da alienação acerca do tema, bem como do papel do Estado em favor do empresariado. “Com a inexistência plena da liberdade de imprensa, discussão junto à sociedade sobre energia para quê? Energia para quem? E como produzi-la? Acabam restritas a setores acadêmicos e a poucos grupos sociais”

Continue lendo...

A Justiça, a democracia e a morofobia

“Dizem que o protagonismo do Judiciário veio em boa hora. Mas sob que pesos e medidas? Provocado, reage, mas sob que impulsos? O legislado, o interpretado, o vivido? É preciso que o jurídico e o político se afastem”, defende advogado

A inelegibilidade dos candidatos fichas sujas e a nova decisão do STF

Especialista em Direito Eleitoral contesta decisão monocrática sobre a Lei da Ficha Limpa. “Em sua decisão, o ministro Barroso considerou que para os candidatos punidos antes de 2010, quando entrou em vigor a Lei da Ficha Limpa, não caberá a inelegibilidade de oito anos”

Não adianta recorrer à ONU, Lula

Para Celso Lungaretti, ex-presidente encena farsa ao se dizer vítima de perseguição judicial, “o que só faria sentido sob uma ditadura e se ele fosse contestador da ordem vigente, mas hoje o Lula não passa de um político convencional”

Avanços e tentativa de retrocesso: o projeto de lei sobre abuso de autoridade

Promotor critica tentativa de aprovação de projeto de lei que, patrocinado por Renan Calheiros, alvo da Lava Jato pune investigadores. “Em verdade, uma tentativa de enfraquecer a polícia, especialmente o Ministério Público, e a magistratura”

Luta pelo fim da violência contra as mulheres é intensificada no Brasil

“One Billion Rising” – A revolução é aqui e agora contra a violência de gênero

“One Billion Rising”, a revolução em rede contra a violência de gênero. “Coibir a violência contra a mulher deve servir como o ‘não’ imediato, como a resposta punitiva e provocadora de reflexão impeditiva de reincidência”, postula promotora

Ordem, na senzala, e Progresso, na casa-grande – Os “piratas de Pindorama” na gestão Temer

Jornalista ataca governo interino e seus apoiadores. “Não têm compromisso com a cidadania, com as populações desfavorecidas. O negócio deles é negócio. Bancam golpes, repassam para os trabalhadores os prejuízos decorrentes das crises e defendem com unhas e dentes as margens de lucro de suas empresas”

Uma receita de experimento político – ou a construção da “Bancada Ativista”

Economista aposta em receita baseada em iniciativas coletivas de ativistas para melhorar o cenário político. “Se não criarmos ações capazes de desafiar o sistema político atual, dificilmente veremos alguma transformação duradoura”, explica

Buscando saídas

Ativista defende que a superação da crise política será um processo gradativo e deverá passar necessariamente por uma mudança em todos os níveis do Poder Legislativo. “A luta pela melhoria da qualidade dos nossos Parlamentos deveria ter uma especial prioridade”, afirma Chico Whitaker

“O golpe chegou derrubando o pensamento”, diz Cristovam Buarque

Senador lamenta o pré-julgamento e a polarização ideológica em detrimento do debate sobre impeachment. “Não há espaço para dúvida e reflexão; nem simpatia para ouvir ideias divergentes”

Corrupção

Os abusos sobre a Lei Rouanet

“Antes de tentar mudar a Lei Rouanet, como dissemina o discurso oficial, é preciso consolidar o entendimento de que nenhuma lei é capaz de evitar a corrupção. Essa eficácia incumbe às ações prévias de controle, que precisam do apoio de fato dos superiores e de punição rigorosa”

Mesmo que a acusação se comprove, Dilma não poderá ser punida pela Justiça

O golpe como fraude e lenitivo ao fracasso

Para jornalista, o PT se valeu da propaganda política para dissimular o fracasso de seu modelo após 13 anos no poder e, em vez de reconhecer os erros que cometeu, preferiu adotar o discurso do golpe como escapatória

escola sem partido 1

Escola sem partido é golpe na escola, escreve Paulo Pimenta

Programa Escola Sem Partido quer “apatia política na população”, critica deputado petista. “Concretizar o projeto passa por duas medidas bem conhecidas dos regimes fascistas: a censura de livros e a perseguição de professores(as)”

Aquele abraço – O menino “mutante” que pode salvar a humanidade

Cronista critica a xenofobia e celebra o abraço oferecido por uma criança portuguesa a um rapaz francês, aos prantos depois da derrota da França para Portugal na Europa. Mesmo assim, questiona: “Não deveria ser normal o nativo abrir as portas de sua casa para o refugiado?”

Em obras: estação de bombeamento no município pernambucano de Cabrobó

Para banqueiros, doação do BNDES; para o agronegócio, a maracutaia da transposição

“Salta aos olhos que os opositores do faraônico projeto de transposição do Rio São Francisco sempre estiveram certos. E que as suspeitas por eles levantadas tinham tudo a ver, pois tal elefante branco, inicialmente orçado em R$ 4,6 bilhões, já consumiu R$ 12,2 bilhões”

e19e258f44cc404b0a7ed9069198d975

CPMF, nunca mais

Antes de propor a volta do chamado imposto do cheque, para o bacharel em Direito Pedro Cardoso da Costa, “é preciso apresentar uma proposta redução dos gastos da máquina pública”

Wellington Fagundes (*)

Orçamento do resgate

Para o senador Wellington Fagundes, a LDO sem a CPMF aprovada pela Comissão Mista de Orçamento é o caminho para o país resgatar os principais valores que se perderam nos últimos anos, com a retumbante crise política e econômica que o Brasil enfrenta

Uma legislatura que agoniza

Deputado lamenta a era Cunha e recorda alerta feito em 2014. “A Câmara e o interesse público foram reféns do autoritarismo e de manobras escusas usados para paralisar órgãos da Casa e impedi-los de cumprir seu papel institucional”

“Welcome to hell” – A Olimpíada do desalento

“Sempre fico a dever quando comento sobre o comportamento de pessoas, especialmente dos formadores de opinião, por não conhecer mais a fundo outros povos. Conheço superficialmente os brasileiros”

Os índios reagem contra a CPI da Funai

Líder indígena defende “uma CPI da CPI da Funai”, “uma CPI formada pela bancada ruralista do Congresso com claro objetivo de criminalizar os autores dos relatórios demarcatórios da Funai, impedir demarcações e rever as que já foram realizadas”

Depois da renúncia de Cunha, é a vez de Dilma

“Por que não renunciar e, aproveitando a deixa de seu algoz no Legislativo, antecipar o desfecho da agonia cívica que vivenciamos? Diferente de Cunha que renuncia acossado por denúncias de malversação do erário, a mandatária aceitaria a derrota iminente com a grandeza e a humildade que lhe faltaram nos cinco anos à frente do Palácio do Planalto”

Raciocínio lógico – O dilema brasileiro no conhecimento matemático

“Nas avaliações internacionais, como o Pisa, os estudantes brasileiros demonstram baixo desempenho principalmente nos conhecimentos matemáticos. Apenas 1,1% deles têm performance elevada na disciplina”

País dos vendilhões – O status quo e o dano bilionário da corrupção

“A corrupção e a sonegação vêm de décadas de descaso com a coisa pública. Mas temos de entender que elas são mantidas com a conivência do status quo vigente. Não há interesse político individual e nem atitude coletiva dos Poderes constituídos e partidários para resolver o problema”

Modelo de governança da Previ evitou prejuízo com ações da OI

Entidade defende modelo de gestão da Previ como referência para o Projeto de Lei 268/2016, que visa aprimorar governança de entidades de previdência complementar. “Alguns pontos do PLP 268 podem prejudicar a atual governança da Previ e fazê-la retroceder”

Publicidade Publicidade