Fórum

O grande vencedor da eleição paulistana: Ninguém

“Quanto ao grande perdedor, não há nenhuma dúvida: foi o Partido dos Trabalhadores, com desempenho pífio nas capitais e cidades mais importantes. Talvez o caso de São Paulo seja o mais significativo para entendermos o porquê da queda do PT”

Continue lendo...
Protesto

Os movimentos sociais sumiram

“Não se pode permitir a omissão dos movimentos sociais. Será preciso definir algumas causas para defendê-las de forma contínua, até se alcançar resultados práticos”, diz bacharel em Direito. “Não tem como manter gente nas ruas o tempo todo, mas esse show tem de continuar”, acrescenta

Espaço para mulheres ainda não é suficiente, dizem autoras

“Cidade 50-50”: a igualdade de gênero construída na gestão municipal

Os esforços e iniciativas pela igualdade de representação para homens e mulheres. “As mulheres precisam ser consideradas cidadãs plenas de direitos, na sua diversidade, e como grupo vulnerável às desigualdades estruturais no Brasil”

Sônia Braga “The Mona Lisa”

A era de – “Aquarius” e a velha flor que fura o asfalto

Cronista recorre à cena dos insetos em “Aquarius” como ponte-metáfora para a realidade brasileira. “É inevitável relacionar o ninho à oligarquia de parasitas que, ao envenenar o frágil alicerce da democracia brasileira, mostrou ser possível expulsar uma personagem incômoda – de um apartamento ou de um palácio presidencial – sem usar a força bruta”

Por que as ideias ficaram de lado e a política passou a ser de personagens

“O espetáculo tornou-se ponto chave para a conquista ou a manutenção do poder. A mídia absorve a política quando o espetáculo se torna o ensejo crescente da sociedade. E, assim a política deixou de ser de ideias. Passou a ser de personagens. De espetáculo, dramatização e encenação”, dizem pesquisadores

Pela porta aberta – A proposta que dá funções de parlamentar a lobistas

Senador critica proposta de Romero Jucá para lobistas. “Matéria estabelece o direito de que o lobista apresente emendas a projetos de lei. Imaginem a situação: empresas implicadas na Lava Jato com a prerrogativa de afetar a tramitação de projetos de combate à corrupção”

Ministro não entende dos assuntos da própria pasta, acusa Heitor Scalambrini

Um borbônico no Ministério de Minas e Energia

Professor aponta o desconhecimento de Fernando Coelho Filho sobre a pasta que ora comanda e cita entrevista dado pelo ministro a jornal pernambucano. “Confessou que seu ministério foi montado com uma equipe de pessoas ligadas ao mercado, com o intuito de gerar um ambiente favorável para o mercado”

Professor denuncia o mau jornalismo a serviço dos “negócios do vento”

O jornalismo como propaganda enganosa e estratégia dos “negócios do vento”

“O modelo ‘ofertista’ de energia, tendo a frente como principal incentivador a Empresa de Planejamento Energético, alardeia a necessidade de construção de mais e mais usinas geradoras de energia para atender a demanda do país. É neste caminho que ‘surfam’ os negócios do vento”

“Cegueira” da Justiça é virtude, avalia ex-magistrado

Juiz inquisidor – Quando o “Judas” trai o devido processo legal

“Ainda que o grande público bata palmas ao juiz parcial, saiba ele que muitos cidadãos, bem informados a respeito do figurino constitucional, condenam seu procedimento abjeto e sentem indignação ao defrontar seu rosto de Judas”

Estudo mostra educação em queda livre

“Com base em dados sobre aprovação/evasão e desempenho em português e matemática, Ideb mostra que o ensino médio foi o nível que ficou mais distante da meta estabelecida pelo MEC ao somar apenas 3,7 pontos”, diz presidente do CIEE

Geddel deveria rever sua ideias, aconselha autor

Geddel Vieira e o caixa dois: entre Maquiavel e Hobbes

Cientista político recorre aos pensadores clássicos para tentar entender a “ética geddeliana” – segundo a qual caixa dois ainda não é crime e, portanto, não pode ser punido

O veto ao Projeto da DPU: pseudo aceno ao mercado, grande atraso para o acesso à Justiça

Presidente de associação de defensores públicos critica veto de Temer ao reajuste para a categoria. “Afinal, qual o verdadeiro motivo do veto? É apenas uma questão de coerência do Executivo com suas decisões anteriores quando o assunto é a Defensoria, em uma constante busca pelo enfraquecimento do órgão”

A falsa solução das sociedades gestoras de ativos estatais

Aposta de governos estaduais e municipais na emissão de debêntures por sociedades de economia mista para enfrentar a grave crise financeira impõe custos tão elevados que aumentarão a crise fiscal desses entes, avalia auditor fiscal

O Plano Nacional de Educação e o ajuste fiscal

“Aumentar gastos sem rever sua qualidade parece temerário. Aumentar na direção proposta pelo PNE é mais temerário ainda, pois aumenta a má qualidade do gasto. Negar-se a rediscutir o plano parece ir contra o esforço do governo para restabelecer o equilíbrio fiscal”, diz educador

AGU precisa de bloqueios institucionais contra interesses escusos

“O comportamento dos três últimos ex-advogados-gerais da União confirmam a rigorosa necessidade do avanço institucional proposto. Essas tristes figuras, cada um a seu modo, demonstraram os malefícios decorrentes da captura da instituição para satisfazer interesses político-partidários ou de promoção pessoal”

Sobre a honestidade de quem critica a Lava Jato

Um dos membros do Ministério Público mais próximos a Rodrigo Janot, o ex-ministro Eugênio Aragão reprova a conduta do procurador-geral, condena os rumos da Lava Jato, critica as “dez medidas contra a corrupção” e acusa o MP de jogar contra o país, surfando na crise para se fortalecer

Um Leviatã às avessas: o presidencialismo de coalizão e a cassação de Cunha

“Sistema eleitoral brasileiro produz algo alienígena: a maior parte dos deputados representa exclusivamente o funcionamento do próprio sistema, e não seus eleitores”, escreve Antonio Marcelo Jackson, professor da Universidade Federal de Ouro Preto

Fuso luso: Brasil e Portugal separados por quatro décadas

“De repente, a diferença entre o cá e o lá do Atlântico não eram mais aquelas quatro horas. Eram quatro… décadas. Jamais imaginei que fôssemos capazes de nos distanciar tanto, e em tão poucos meses, dos nossos irmãos portugueses”

Defenda sobretudo nossa Constituição, ministra Cármen Lúcia

Autor cobra da nova presidente do Supremo providências contra a impunidade, “que está na iminência de virar letra morta pela ação das poderosas quadrilhas que se encastelaram sob a batuta de grupos políticos golpistas e antidemocráticos”

Universidades brasileiras devem ser passadas a limpo

“A autonomia universitária tem sido mal interpretada pelos agentes públicos e sendo utilizada para justificar atos caracterizações de abuso/desvio de poder, ferindo a dignidade da pessoa humana e violando os tratados internacionais”

Por uma previdência justa e solidária

Para o presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal, proposta de reforma da Previdência do governo Temer pretende fazer “terra arrasada do maior redistribuidor de renda do mundo ocidental”

Grande trunfo eleitoral, redes sociais desafiam candidatos

Com teto para gastos e sem as tradicionais doações empresariais, os candidatos terão de enfrentar o desafio de alcançar o eleitor por meio da internet em um processo cada vez mais descentralizado de comunicação, observa pesquisadora

Lungaretti: ameaça e resquícios da ditadura na Lei de Segurança Nacional

“Todos já sabíamos que nossa redemocratização ficara pela metade – os assassinos, torturadores e estupradores dos órgãos de segurança não foram sequer processados! – e a permanência da LSN tal como a ditadura a sancionou é mais um exemplo gritante da omissão de parlamentares e governantes”

Uma PEC contra as sereias

“A ideia de estabelecer limite constitucional para o gasto público é uma tentativa de romper a dinâmica de progressiva ampliação da despesa pública. Estão corretos tanto os que dizem que a PEC 241 é uma radical quanto aqueles que dizem que ela é necessária”

Publicidade Publicidade