Sexta, 24 de Março de 2017

Operação Lava Jato

Valter Campanato/Agência Brasil

Empresário preso na Lava Jato diz ter repassado R$ 100 milhões a ex-assessor de Serra

Acusado de ser o maior emissor de notas frias para lavagem de dinheiro de empreiteiras suspeitas de envolvimento no escândalo de corrupção na Petrobras, Adir Assad promete contar em delação premiada detalhes de repasses milionários a ex-diretor da Dersa na gestão do tucano

Continue lendo...
Jucá

Temer faz rodízio entre investigados da Lava Jato na liderança do governo

Presidente confirma ida de Romero Jucá para a liderança do governo no Senado e a indicação de André Moura como representante do Planalto nas discussões do Congresso. Vaga deixada por ele na Câmara é ocupada por Aguinaldo Ribeiro. Os três são acusados de crimes no STF

Aécio admite ter pedido contribuição para aliados, mas nega ter solicitado doação por caixa dois

Tucanos declararam 25% do valor delatado por executivo da Odebrecht

Benedicto Junior disse que repassou R$ 6 milhões em caixa dois para campanhas a pedido de Aécio. Candidatos citados e partido registraram R$ 1,5 milhão ao TSE, informa O Globo

Temer, entre Moreira Franco e Eliseu Padilha: todos na mira da Lava Jato

Sem notáveis, Temer reforça ministério de investigáveis

Com entrada de Aloysio Nunes no Itamaraty, presidente passa a ter cinco ministros investigados no Supremo e pelo menos nove já citados em delações ou planilhas da Odebrecht. Acusações também recaem sobre os líderes do governo

A ex-primeira-dama teve a morte cerebral e era investigada na Operação Lava Jato

Moro extingue acusações contra a ex-primeira-dama Marisa Letícia

No mesmo despacho, Moro marcou as datas para os interrogatórios dos acusados em uma das duas ações penais a que Lula responde. O ex-presidente vai depor no dia 3 de maio em Curitiba, na sede da Justiça Federal no Paraná

Parlamentares do Psol querem apuração sobre ministro-chefe da Casa Civil

Psol pede à PGR que dê celeridade e aprofunde investigações contra Padilha

De licença médica desde o dia 20 de fevereiro, ministro deve retornar ao trabalho na segunda-feira (6). Padilha foi citado em depoimento de Cláudio Melo, ex-executivo da Odebrecht, e de José Yunes, amigo pessoal de Temer

Marcelo Odebrecht está preso há quase um ano e quer fazer delação premiada para reduzir pena

A chapa Dilma-Temer está cada vez mais quente

Para jurista, chegou a hora de implodir o sistema político-eleitoral do Brasil. “Ao covil de ladrões (políticos e empresários), interessa continuar roubando a população, com a garantia da impunidade proporcionada pelo foro privilegiado no STF”

Aécio se defende e diz que "solicitou, como dirigente partidário, apoio para inúmeros candidatos de Minas e do Brasil a diversos empresários, sempre de acordo com a lei"

Delator da Odebrecht cita R$ 9 milhões a Aécio via caixa dois

Senador nega as acusações. Segundo Benedicto Júnior, ex-presidente da construtora, foi repassado dinheiro para todas as campanhas de 2014

Marcelo prestou depoimento ao TSE

Odebrecht usava cervejaria Itaipava como “fachada” para esconder doações eleitorais

As doações por intermédio da Itaipava teriam superado os R$ 30 milhões a 13 partidos, incluindo o PT, o PMDB e o PSDB. As contribuições eram compensadas com pagamentos no exterior

José Cruz/Agência Brasil

Henrique Alves diz não saber como R$ 2,5 milhões pararam em sua conta na Suíça

Ex-ministro afirmou em sua defesa que abriu a conta na Europa para evitar dar dinheiro à sua ex-esposa, de quem se separou após festa de réveillon em 2009

De acordo com Marcelo Odebrecht, Aécio pediu R$ 15 milhões em doação à campanha de 2014

Odebrecht diz ao TSE que Aécio pediu R$ 15 milhões nas eleições de 2014

O ex-presidente da Odebrecht prestou depoimento em ação que investiga irregularidades na chapa Dilma/Temer. De acordo com o empreiteiro, as doações ao tucano teriam sido oficiais

Delúbio já havia sido condenado a seis anos pelo escândalo do mensalão

Lava Jato: Delúbio Soares é condenado a cinco anos de prisão

Em decisão, Sérgio Moro afirma que ex-tesoureiro do PT “tem maus precedentes” e o sentencia por lavagem de dinheiro

Temer

Juiz envia para Temer perguntas de Cunha sobre corrupção na Caixa

Parte delas havia sido vetada pelo juiz Sérgio Moro. Entre outras coisas, ex-deputado questiona se o presidente participou de reuniões para tratar de doações eleitorais ou propina para o PMDB e Moreira Franco; veja a relação das 19 perguntas

Validada a delação, Odebrecht pode ter pena reduzida

Odebrecht diz que doou R$ 120 milhões por caixa dois à chapa Dilma/Temer

Em depoimento a ministro do TSE, empreiteiro confirma encontro com o presidente Michel Temer e diz que negociação de repasses para o PMDB foi feita entre executivo da empreiteira e Eliseu Padilha. “Eu era o otário da corte”, disse o empresário, segundo o Estadão

Marcelo Odebrecht livra Temer

Marcelo Odebrecht confirma caixa dois para campanha de Dilma mas nega doações irregulares a Temer

Empresário confirma encontro com Temer no Jaburu e conversa sobre contribuições de campanha, mas diz que o tema foi tratado “de forma genérica” e que não houve um pedido de doação direto feito pelo vice-presidente

A decisão foi assinada por Torquato Jardim

Empreiteira da Lava Jato é declarada inidônea para contratar com a administração pública

A decisão do ministro da Transparência, Torquato Jardim, será publicada nesta quinta-feira (2). A empresa participou de conluio em licitações e pagou propina a agentes públicos

Chico Buarque acompanhou Lula no Senado no dia em que Dilma fez sua defesa no julgamento do impeachment

Chico Buarque e outros 400 intelectuais pedem a Lula que lance candidatura imediatamente

Ex-presidente já sinalizou intenção de tentar voltar ao Planalto, mas enfrenta problemas na Justiça, onde é réu em cinco processos. Abaixo-assinado que será submetido à internet diz que “o Brasil precisa de Lula”

Carnaval e suruba

“A suruba, que muitos imaginavam ser mais adequada ao carnaval, acometeu a política, onde um procura ‘comer’ o outro e, se possível, jantar a Lava Jato, afinal ela já prestou o serviço a que veio, destituir uma presidenta honesta e impor um Estado de exceção”

Padilha pode não voltar ao cargo após declarações de Yunes

Padilha tem quadro estável, mas retorno ao trabalho ainda é incerto

O retorno do ministro poderá ser protelado a pedido médico. No entanto, após ter entrado na linha de tiro da Operação Lava Jato, situação de Padilha no governo também é delicada. José Yunes, amigo de Temer, fez declarações que comprometem o chefe da Casa Civil

Processos contra empreiteiras correm no TCU

TCU estuda declarar inidoneidade das maiores empreiteiras investigadas na Lava Jato

As negociações entre governo e empresas se arrastam há mais de dois anos e nenhuma das construtoras foi punida nem pagou pelos prejuízos causados por meio dos acordos de leniência. Enquanto isso, as empresas podem fechar contratos com o governo

Volta de Padilha ao governo é incerta

Padilha é submetido a cirurgia em Porto Alegre e passa bem

Na linha de tiro na Operação Lava Jato, o ministro pode ficar mais tempo afastado. A sua ausência pode enfraquecer a articulação do governo para aprovar as reformas trabalhista e da Previdência

Para Mendes, foro privilegiado não é panaceia

“Se querem acabar com o foro, é para todos”, defende Gilmar Mendes

“É uma grande irresponsabilidade apresentar a supressão do foro como uma panaceia”, afirmou Mendes. Sobre o julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE, afirmou: “Eu fui, inicialmente, a única voz que se levantou para a abertura do processo”

”Sistema tem que ser autossustentável”, diz Padilha

Padilha, de solução a problema para Temer

Amigo e homem de confiança do presidente, o atual chefe da Casa Civil foi um dos articuladores do impeachment de Dilma, a quem serviu na Secretaria de Aviação Civil até dezembro de 2015. Na linha de tiro da Lava Jato, sente agora os efeitos da “maldição” do cargo

Ex-ministra orquestrou esquema de corrupção, relatou Delcídio

Erenice, entre suspeitas de lobby e corrupção

Aposta de Dilma para substituí-la na Casa Civil, Erenice permaneceu apenas seis meses no cargo. Saiu após denúncia de tráfico de influência, que lhe renderia mais tarde voto de censura na Comissão de Ética. Também está na mira da Lava Jato

Publicidade Publicidade