Terça, 24 de Janeiro de 2017

Verbas e cotas

Vencimentos

Salários acima do teto atingem R$ 110 milhões em Santa Catarina

Farol Reportagem divulga a íntegra da planilha elaborada pelo Tribunal de Contas do estado com a soma do que foi pago para 2.670 servidores em um único mês

Continue lendo...
Beto Rosado_Reprodução/Facebook

Deputado diz ter interrompido compra de combustível no posto do tio ao detectar erro

Parlamentar alega não haver impedimento legal e alega relação distante de parentesco. “O gabinete não tinha conhecimento de que o pai do proprietário e administrador do referido posto, Carlos Gerônimo Dix-sept Rosado Maia, possuía alguma participação societária”, diz em nota

Beto Rosado gastou quase R$ 60 mil no posto registrado em nome do tio e de um primo

Deputado abastece carro no posto do tio. Câmara paga

Beto Rosado (PP-RN) gastou quase R$ 60 mil para abastecer o carro durante 17 meses. Normas da Câmara dos Deputados proíbem o uso da verba indenizatória em estabelecimento que tenha como sócio parente do parlamentar

Governo Temer se baseia em dados do Siafi para dizer que tem diminuído despesas com cartão

Cartão corporativo: com R$ 29 milhões em seis meses, governo diz que gastos “vêm caindo”

Presidência diz que circunstâncias como viagens internacionais e impeachment geraram custos extras. “Vale ressaltar que de 12 de maio até 31 de agosto o Brasil teve uma presidente afastada e um presidente em exercício, o que envolveu despesas com duas equipes distintas de governo”

Governadores eram deputados na época da farra das passagens. Procurador também quer apurar conduta de uma centena de congressistas que também exerciam o mandato até 2009

MPF pede investigação de quatro governadores e cerca de 100 deputados por farra das passagens

Procurador que denunciou 443 ex-parlamentares por uso indevido da cota de passagens da Câmara aciona TRF para que governadores, conselheiros e parlamentares sejam investigados no STJ e no STF. Pedido precisa ser analisado pela PGR

Elza Fiuza/Agência Brasil

Janot pede, e STF arquiva farra das passagens

Parecer da Procuradoria-Geral da República livrou 12 deputados da suspeita de vender créditos da cota de passagens aéreas da Câmara. Entre os alvos do inquérito sigiloso arquivado estão investigados na Lava Jato como Waldir Maranhão e Aníbal Gomes

Ciro

Ciro Gomes diz estar indignado com denúncia do Ministério Público

Em nota ao Congresso em Foco, o pré-candidato à Presidência pelo PDT diz que sempre utilizou a verba da Câmara apenas para viagens oficiais e que procuradores tinham conhecimento de equívoco da TAM em emissão de bilhete aéreo para sua mãe. Moreira Franco e ACM Neto também negam irregularidade

ostres_para o corpo da matéria

Ministério Público denuncia Moreira Franco, ACM Neto, Ciro e mais 440 ex-deputados por farra das passagens

Em 52 denúncias apresentadas na última sexta, procurador acusa 443 ex-parlamentares de se apropriarem indevidamente de recursos públicos para fins particulares. Conclusão chega à Justiça sete anos após caso ser revelado pelo Congresso em Foco

leg

Deputado aluga casa do sogro com verba da Câmara

Contrariando norma da Casa, Zeca Cavalcanti usou R$ 63 mil da cota parlamentar para alugar como escritório de representação política um imóvel que pertence ao pai de sua esposa. Petebista afirma que só agora descobriu que contratação foi irregular

zeca_cavalcanti

Câmara proíbe uso de verba pública com parente

Mesmo com proibição, deputado pernambucano gastou R$ 63 mil da cota parlamentar com o aluguel de um imóvel de seu sogro. ONG já fez congressistas devolverem R$ 5 milhões utilizados indevidamente com o benefício

Cotão

Com o que os parlamentares gastaram

Divulgação da atividade parlamentar e passagens aéreas foram os itens que mais geraram despesa na Câmara no primeiro semestre

cc

Em um semestre, Congresso gasta R$ 100 milhões com contas de parlamentares

Valor foi repassado a deputados e senadores entre fevereiro e julho para custear despesas atribuídas por eles ao exercício do mandato. Presidente da Câmara diz que benefício foi criado como complementação salarial e que pretende propor sua extinção devido à dificuldade de se fiscalizar uso da verba

Silêncio profundo: deputado não discursa há 12 anos na Câmara

Deputado recebe R$ 200 mil sem ir à Câmara

Denunciado ao STF por corrupção na Petrobras, Aníbal Gomes faltou aos 36 dias em que sua presença foi exigida na Câmara no primeiro semestre. Mas abonou todas as faltas. Valor inclui salários e despesas atribuídas ao mandato, mostra a Revista Congresso em Foco

congresso_notas1

Cotão: notas fiscais sem validade são aceitas pela Câmara

Fragilidade na fiscalização fez com que fossem acatadas notas e cupons fiscais sem validade apresentados por deputados. Advertida pela Operação Política Supervisionada, Casa promete reaver valores

Deputado está afastado do mandato, é réu em duas ações penais no STF e ainda recebe dinheiro público

Suspenso do mandato, Cunha custa R$ 1,8 milhão

Residência oficial e voos da FAB, utilizados pelo peemedebista antes de renunciar à Presidência da Câmara, correspondem à maior parte das despesas pagas pelo contribuinte. Deputado mantém salários e verba de gabinete

Além de celulares, Senado também disponibiliza tablets aos parlamentares

Ministério Público pede à Justiça limite para uso de celulares por senadores

Ação civil pública teve origem em inquérito civil registrado no MPF da Paraíba. Uso dos celulares institucionais por parte dos parlamentares não está submetidos a qualquer conjunto normativo. Leia a íntegra da ação

Maia diz a Lúcio Batista que verba tem que ser ao menos diminuída

Maia estuda fim de verba indenizatória, mas avisa: “Não adianta prometer o impossível”

“Sou contra a verba indenizatória. Ela é uma distorção, criada porque se tem medo de dar aumento. Depois se teve coragem de dar o aumento e continua a verba indenizatória”, diz em vídeo o presidente da Câmara

leg

Recesso junino custa R$ 20 milhões à Câmara

Cálculo realizado pelo site do jornal espanhol El Pais leva em consideração valores levantados pelo Congresso em Foco sobre o custo anual dos deputados – R$ 1 bilhão por ano bancado pelo contribuinte

Apuração revela que Magda viola o regimento da Câmara quanto à aplicação de verba parlamentar

Câmara banca “combo-imóvel” à deputada mais rica

Dona de um patrimônio declarado de R$ 21 milhões, Magda Mofatto (PR-GO) usa imóvel que funciona como seu escritório político e sede de seu partido, o que viola regras da Casa. Mansão em bairro valorizado de Goiânia custou R$ 450 mil ao contribuinte em três anos

Plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal

Deputado de Brasília custa mais que federal

Com R$ 184 mil por mês só para contratar e manter assessores de sua confiança, parlamentar do Legislativo do Distrito Federal custa ao contribuinte brasiliense quase um terço mais que um integrante da Câmara dos Deputados

"não cometi nenhuma ilegalidade"

“Não uso cota para fins eleitorais”, diz Silvio Costa

Deputado que gastou R$ 118 mil na compra de material de escritório, como 3 toneladas de papel e 16 mil lápis, diz que é “homem limpo” e que usa a verba da Câmara de acordo com regras da Casa

Deputado

“Rei da papelaria” se autopromove com verba pública

Silvio Costa usou cota da Câmara para comprar quase 3 toneladas de papel A4 e 16 mil lápis escolares nos últimos dois anos. Pré-candidato ao Senado, parlamentar diz que itens foram repassados a aliados para divulgar mandato

Câmara desativa sala Vip para deputados no aeroporto de Brasília

Casa gastava R$ 250 mil por ano com serviço que livra parlamentares de filas e de problemas para despachar bagagem. Atendimento será feito agora pelo Departamento de Relações Públicas e Divulgação

Comilões - 1

A bancada dos comilões – parte 1

Informações adicionais sobre os curiosos hábitos alimentares custeados pela Câmara. Em foco, os deputados Luiz Carlos Ramos (PTN-RJ) e Marinaldo Rosendo (PSB-PE)

Publicidade Publicidade