Todas as postagens de Leonel Rocha

Relatório da reforma está sendo lido nesta quarta-feira (19) pelo deputado Arthur Maia

Comissão deixa votação da reforma da Previdência para maio

Votação, que era aguardada para a próxima semana, foi adiada após acordo entre governistas e oposição. Em mudança de última hora, relator aceita reduzir de 60 para 55 anos a idade mínima exigida para a aposentadoria de policiais

Continue lendo...
Renan, Arthur Maia e PSDB brigam para escolher comando do orçamento

Com apoio de Renan, PSDB briga com o PP por relatoria da comissão de orçamento

Principal colegiado do Congresso virou instrumento de disputa política entre governistas. Adversários em Alagoas, Renan e Arthur Lira travam queda de braço com pano de fundo local. Caberá a Rodrigo Maia resolver o impasse

Turma do deixa disso entra em ação para impedir briga envolvendo Alberto Fraga

Pedido de urgência para votar reforma trabalhista é rejeitado em meio a tumulto na Câmara

Trata-se da primeira derrota do governo em relação ao assunto. Em determinado instante da sessão deliberativa, deputados trocaram ofensas e, meio a muita gritaria, quase chegaram às vias de fato. Veja vídeo com parte da discussão

fF

Governo cede e reduz exigências para as novas aposentadorias

Novo texto da emenda constitucional prevê idade mínima de 62 anos para aposentadorias das mulheres e de 60 anos para os trabalhadores rurais. Tempo mínimo para requisição do valor máximo do benefício (R$ 5.531,31) foi reduzido de 49 para 40 anos de contribuição

d

Crise política paralisa funcionamento da comissão de orçamento

Rompimento de Renan Calheiros com Michel Temer suspende indicação dos representantes da maior bancada de senadores para a principal comissão do Legislativo

Odebrecht diz ter doado R$ 8 milhões a Pimentel

Marcelo Odebrecht mostrou a Pimentel planilha com o caixa 2 da empreiteira à campanha de Dilma

O executivo também informou que, dos R$ 8 milhões doados pela empreiteira à campanha do govenador em 2014, “boa parte” não foi registrada na Justiça eleitoral

O governador do Acre será investigado pelo STF por suspeita de caixa dois em sua campanha

Marcelo Odebrecht diz que deu R$ 1,5 milhão por caixa 2 para campanha de Tião Viana

Dinheiro não registrado como doação oficial foi solicitado pelo irmão, senador Jorge Viana, e autorizado pelo ex-ministro Antônio Palocci que centralizava a arrecadação de recursos para o PT. Segundo o empresário, o codinome do governador era “menino da floresta” na planilha secreta da empreiteira

Cássio foi delatado por Alexandre Barradas, diretor da Odebrecht

Diretor da Odebrecht diz que deu R$ 800 mil a Cassio Cunha Lima, via caixa dois, na eleição de 2014

Valor foi repassado com a promessa de que, se eleito, o então candidato iria privatizar a companhia de água e esgoto em licitação direcionada para a empreiteira

Temer e líderes governistas receiam que Renan atrase as votações e atrapalhe a aprovação das emendas da reforma da Previdência

Temer e PMDB articulam destituição de Renan da liderança do partido no Senado

Senadores da legenda e líderes governistas no Legislativo trataram com o presidente da República a troca do líder para evitar atraso nas votações de projetos de interesse do Planalto

Pedro Paulo (à esq.), relator do projeto de renegociação, tem recebido tratamento prioritário de Rodrigo Maia na pauta de votações

Exigências do projeto de renegociação das dívidas com União só beneficiam três Estados

Apenas Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais se enquadram nos critérios propostos pelo governo para suspender por até seis anos o pagamento de juros e as parcelas do empréstimo

Debandada geral na Câmara e no Senado depois da lista

Divulgação da lista de Fachin esvazia Congresso

Deputados e senadores abandonam sessões que discutiam assuntos importantes, como a renegociação das dívidas dos estados

Entrevista de dissidente ao Congresso em Foco provocou reunião de emergência em pleno domingo

Temer monta operação de emergência para salvar reforma previdenciária, após entrevista de Onyx

Congresso em Foco publica críticas de dissidente e causa alvoroço na cúpula governista, com direito a reunião de emergência com líderes da base em pleno domingo. No texto, deputado da base chega a defender cassação da chapa Dilma-Temer pelo TSE

Renan acaricia Rose, mas tirou a colega do comando da CMO

Acuado, Renan se camufla de oposição para tentar se reeleger em 2018

Líder do PMDB rompe com o presidente Michel Temer depois de identificar resistência de seu eleitorado em Alagoas às reformas da Previdência e trabalhista. Em Brasília, senador trabalha para reduzir o poder de adversários locais no governo federal

Marun:

Deputados rejeitam pedido de juízes e procuradores para ficarem de fora da reforma da Previdência

Presidente e relator da comissão que discute a proposta do governo consideram pedido de magistrados e integrantes do Ministério Público para serem excluídos das novas regras como “privilégio” inaceitável. Emenda foi apresentada com apoio de entidades

Carlos Marun

Governo aceita reduzir idade mínima de trabalhador rural para aprovar reforma da Previdência

Temer autorizou o relator da emenda a negociar cinco modificações no texto original. Objetivo é reduzir a resistência de parlamentares às mudanças nas regras de aposentadorias

Deputado quer que situação de juízes e membros do MP seja analisada separadamente

Juízes e membros do Ministério Público articulam para ficar fora da reforma da Previdência

Emenda apresentada pelo deputado Lincoln Portela exclui essas categorias das mudanças propostas pelo governo para a aposentadoria dos servidores públicos. Entidades ligadas a magistrados e procuradores defendem tratamento diferenciado

Governo indica Anastasia, Garibaldi e Fernando Coelho para negociar reforma da Previdência na Câmara

Temer quer se antecipar às dificuldades que vai enfrentar no Senado para aprovar mudanças nas regras sobre aposentadorias

Arthur Maia e Carlos Marun são dois dos principais operadores da reforma da Previdência na Câmara

Governo manobra na Câmara para acelerar reforma da Previdência no Senado

De maneira inédita, Planalto decide escalar três senadores governistas para acompanhar os trabalhos finais da comissão especial da Câmara com o objetivo de reduzir a resistência à proposta assim que o texto chegar ao Senado

Deputado

Relator da reforma política reconhece que proposta não tem apoio do Congresso

Comissão vai discutir e votar três projetos de lei e uma proposta de emenda à Constituição com mudanças no sistema eleitoral. Sugestões preveem financiamento público das campanhas, lista fechada e voto distrital misto

Única certeza sobre o resultado do julgamento é que o caso acabará no STF

STF dará palavra final sobre cassação da chapa Dilma e Temer

Vários recursos no TSE e no Supremo poderão ser utilizados tanto pelos advogados quanto pelo Ministério Público e adiar a decisão final do caso para o segundo semestre

Projeto do deputado Marcus Pestana extingue o fundo partidário

Deputado propõe que parte do Imposto de Renda financie eleições

Projeto do deputado Marcus Pestana extingue o fundo partidário e cria outra fonte de renda para os partidos, também com recursos públicos. Na modalidade do IR, o contribuinte escolheria para qual legenda gostaria de destinar sua contribuição

Roberto Freire, do PPS, assina ato de posse no Ministério da Cultura. Nem participação no governo garante a Temer os votos da bancada para a reforma da Previdência

Com três ministérios, PSB e PPS rejeitam reforma da Previdência

Nenhum dos 42 deputados dos dois partidos concorda inteiramente com o teor da proposta do governo. Parlamentares dessas bancadas exigem mudanças em pontos considerados fundamentais pelo governo, como aposentadoria rural e idade mínima

Perondi articula apoio para a proposta do governo

Governistas admitem que reforma da Previdência será parcial

Planalto autoriza líderes na Câmara a negociarem a redução das exigências para conseguir aprovar as mudanças na legislação previdenciária

Moro não revidou aos ataques de petistas

Sessão com Sérgio Moro em comissão da Câmara vira palco de disputa política

O deputado Paulo Teixeira questionou se a condução coercitiva do ex-presidente Lula não caracterizou “abuso de autoridade” e se a foto de Moro dando risada com o senador Aécio Neves não caracteriza a perda de imparcialidade

Publicidade Publicidade